- Imesc lamenta morte do desembargador Antonio Carlos Malheiros

O Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc), por meio de toda sua diretoria e membros, vem, através desta nota, manifestar seu profundo pesar pelo falecimento do desembargador Antonio Carlos Malheiros, do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), que morreu na madrugada desta quarta-feira (17/03). A causa da morte não foi divulgada.

"O meio jurídico perdeu um grande jurista. E a sociedade um grande homem. Uma pessoa que estava em todas as lutas e reivindicações sociais. No Imesc foi responsável por muitos mutirões envolvendo o reconhecimento da paternidade, sempre ao lado de quem mais precisa. Na Secretaria, participou de comissões importantes voltadas ao social. Tinha um trabalho maravilhoso como palhaço com crianças hospitalizadas. Que Deus o guarde e conforte os corações de seus familiares", comunicou o superintendente interino do Imesc e secretário de Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, Fernando José da Costa.

O desembargador era um grande entusiasta das causas sociais. Defendia os direitos das crianças e adolescentes. A Medalha Anchieta, a mais alta homenagem às pessoas que prestam serviço relevante à sociedade foi concedida a ele, em 2016, juntamente com o diploma de Gratidão da Cidade São Paulo, oferecida pela Câmara Municipal, na ocasião.

Formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco, Antônio Carlos Malheiros desempenhou um trabalho voltado aos direitos humanos, principalmente com pessoas em situação de vulnerabilidade social. Ainda estudante, deu aulas de reforço em uma comunidade na zona sul e atuou durante 15 anos com a população de rua.

Compartilhe esta notícia: