- Imesc realiza ação focada em oftalmologia na semana da luta da pessoa com deficiência

O Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo - Imesc, vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania, no último sábado (25/09), na semana do dia nacional de luta da pessoa com deficiência, que teve início dia 21 de setembro, realizou uma ação coordenada para atender especificamente a pessoa com deficiência visual, em cumprimento ao convênio celebrado com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, pelo Programa de Empregabilidade Inclusiva (PEI), do Governo do Estado.

O PEI é integrante do Programa Meu Emprego Inclusivo das Secretarias de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e do Desenvolvimento Econômico de SP em parceria com o Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (IMESC) para oferecer o laudo médico caracterizador para pessoas com deficiência que buscam a sua inserção no mercado formal de trabalho.

Os atendimentos foram na sede do instituto, em 40 pessoas, que tiveram seus pré-agendamentos realizados. Que foi o caso da massoterapeuta Camila Cristina de Melo, há um ano afastada devido à pandemia, com doença congênita, vitima de uma toxoplasmose que lhe afetou a visão. Ela pretende, com o laudo, trilhar outro caminho profissional.

"Ações assim são muito importantes para a população. Essa, pra mim, adiantou a minha vida. Agora, eu terei um laudo atualizado e bem mais técnico produzido pelo Imesc. E, aconteceu justamente no momento em que eu estou na busca por outro emprego. Com o laudo que eu estava ia ser difícil, está há dois anos desatualizado", disse mais tranquila.

Todo o processo pericial do Imesc segue a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) e também a Classificação Estatística Internacional de Doenças e de Problemas relacionados à Saúde (CID), ambas da Organização Mundial de Saúde (OMS), exigidas pelo programa Meu Emprego Inclusivo do Estado.

O laudo médico é produzido às pessoas com deficiência que se inscrevem no Programa e são atendidas pelos PEIs, com o objetivo de ampliar o olhar das empresas no âmbito de inclusão e integração da pessoa com deficiência.

A ação tem como foco a produção de 300 laudos por mês, que serão utilizados tanto nos mapeamentos das habilidades e perfis profissionais quanto na metodologia do emprego apoiado, gerando oportunidades e qualificação ao segmento.

A iniciativa faz parte do programa estadual Meu Emprego Inclusivo e também conta a participação do Centro Paula Souza e Sebrae SP. Mais informações: https://www.pessoacomdeficiencia.sp.gov.br/.

Compartilhe esta notícia: