- Imesc realiza mais um mutirão de laudos caracterizados em Rio Preto


O Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo promoveu entre sexta (18) e sábado (19), do mês de novembro, o 4º mutirão de Medicina Legal, em parceria com o TJSP, para atender a demanda reprimida de perícias provenientes do fechamento dos Fóruns pertencentes à 8ª Região Administrativa Judiciária (RAJ) – São José do Rio Preto, em decorrência da pandemia de Covid-19.

Durante os dois dias, 08 peritos do Instituto realizaram 608 perícias, dentre elas demanda específica de presidiários da Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo com quem o Imesc mantém parceria para atendimento pericial.

A equipe de médicos peritos também atendeu no estacionamento que funcionou como uma espécie de drive-in, onde foram avaliados os periciados que não puderam sair dos carros e ambulâncias.

O Imesc é um órgão auxiliar do Poder Judiciário e as perícias são muito importantes tanto na esfera cível como na criminal. "Esse trabalho que realizamos na região foi para dar mais celeridade aos processos para que o Poder Judiciário tenha condições de decidir favorável ou não em relação aos processos em andamentos, beneficiando a população dependente da justiça gratuita", explicou o Secretário da Justiça e Cidadania e superintendente do Imesc, Dr. Fernando José da Costa.

Os procedimentos realizados em Rio Preto, no dia 18, sexta, foram para perícias securitárias (seguros em geral), obrigação de fazer (solicitação de medicamentos e tratamentos médicos para o poder público), indenizatória em geral, previdenciária (acidente de trabalho, aposentadoria), reprovação em exame admissional, regularização de período de licença negada, reconhecimento de doença profissional e perícias psiquiátricas - na área cível.

No dia 19, sábado, o atendimento ficou focado nas perícias de Securitárias (de Seguro de Danos Pessoais Causados por veículos automotores de vias terrestres – DPVAT) e perícias psiquiátricas na área cível.

Compartilhe esta notícia: